quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Dia 3 de Setembro de 2009

Começámos o dia em San Gimignano. Já lá tínhamos jantado no dia em que chegámos à Itália, mas à noite não conseguimos apreciar esta bela cidade de colina tão perto da nossa pousada.
Passeamos pelas ruas cheias de lojas de souveniers e entretanto começou a chover.
Há uma feira às quintas feiras na praça principal que acabou quando nós chegamos.


Fomos ao museu da Tortura, que tinha instrumentos antigos que eram usados para torturar as pessoas (horrível).






Aproveitamos para comer qualquer coisa antes de partirmos de viagem para o próximo local a visitar, Monteriggioni.







Monteriggioni é uma pequena vila cercada por muralhas que se pode atravessar de um lado ao outro em cerca de 5 minutos.
Não é por isso que deixa de ser um local a visitar porque é realmente muito bonito.
Depois de Monteriggioni fomos tentar encontrar a Abadia de San Galgano, mas infelizmente não conseguimos.
Continuámos o caminho até Siena.
Chegados a Siena passeámos pelas ruas, vimos o Duomo, que tem uma parte inacabada, uma nova nave cuja construção parou devido à peste negra.

Estivemos na Piazza del Campo, uma praça semi circular, com bares e restaurantes na parte redonda e a Câmara Municipal na parte recta, que inclui uma torre com mais de 100 metros, uma das construções mais altas do mundo na altura em que foi construída.

Voltámos para a pousada e terminava assim o ultimo dia de férias....

Dia 2 de Setembro de 2009

Mais um dia em Itália!
Um dia dedicado exclusivamente à cidade de Florença, a maior cidade da Toscana, cidade das artes.
Acordámos e fomos mais uma vez tomar um pequeno almoço maravilhoso!!! :)
Chegámos um bocado tarde a Florença, estivemos bastante tempo à procura de sitio para estacionar o nosso Fiat Panda. :)
Começamos por ver uma igreja onde estão sepultados alguns dos maiores nomes da história de Itália, como Galileu, Miguel Ângelo, Maquiavel, etc... Santa Croce, não entramos porque tínhamos pouco tempo para visitar uma cidade tão grande como Florença.



Durante o passeio pelas várias ruas, encontramos uma lojinha em que todos os produtos que lá vendia eram feitos em madeira e tudo feito à mão. Era tudo espectacular, coisas lindíssimas, até tinham um carro, uma mota, um pinóquio, uma bicicleta tudo em tamanho grande e feito em madeira, era mesmo espectacular. :)
Daqui fomos a Piazza della Signoria que é ao lado das Galerias Ufizzi, lugar original do David, de Miguel Ângelo, onde agora há uma réplica do mesmo tamanho, para além de muitas outras esculturas de vários séculos.







Seguimos pela Via del Calziuoli, rua cheia de lojas de marcas carissimas. Claro que eu e o Sérgio fizemos as nossas compras!!! :)
Cada peça de 500 euros para cima, não aceitávamos nada mais barato do que isso. :D
Chegamos ao Duomo de Florença, a maior catedral de toda a região da Toscana.
As fotos não conseguem mostrar a dimensão da catedral e do baptistério adjacente.





Daqui fomos em direcção à Ponte Vecchia e pelo caminho encontramos um carrossel antigo numa das muitas praças de Florença.



Passamos também pelo mercado, onde tem uma estátua de um javali que dá sorte a quem lhe faz festas na cabeça (coisa que nós não fizemos porque estava muita gente, por isso acabou a sorte, só esperamos aterrar em Portugal bem de saúde!!! :D )
Finalmente chegámos à Ponte Vecchia, uma ponte onde é proibido o trânsito a veículos e é recheada de ourivesarias e joelharias cheias de jóias caríssimas (onde, mais uma vez, fizemos as nossas compras, uma jóia para cada amigo!!! :) ).
A meio da ponte há uma estátua com grades recheadas de cadeados. Não sabemos qual o significado, mas apesar de haver lá um letreiro que proibia tal coisa, havia centenas de cadeados nas grades!
Do outro lado da ponte, como estávamos cansados e cheios de sede resolvemos ir beber uma cola e um ice tea, enquanto aproveitavamos para descansar. O resultado desta brincadeira foi uma conta de € 9,00!!!!!!!!





De volta ao centro de Florença, passámos pela primeira vez no meio das galerias Ufizzi, onde há vários artistas a fazer caricaturas dos turistas.
Terminado este passeio fomos jantar a um restaurante numa pracinha.
E mais uma vez terminamos o nosso dia a tentar apanhar net na rua!

Dia 1 de Setembro de 2009

O Sérgio tinha visto na net que davam muito bom tempo para o dia 1, por isso resolvemos que íamos para a praia (que fica a cerca de uma hora e meia do sitio onde estamos).
Acordamos e fomos recebidos com um pequeno almoço maravilhoso, era mesmo muito bom, sumo, compotas, fruta, leite, café, chocolate quente, croissants, iogurtes, fatias de pão com queijo e tomate e tudo isto personalizado, servido a mesa...
Cada mesa tinha uma certa quantidade de tudo.
Estava tudo realmente muito bom.
Acabámos o pequeno almoço e lá fomos para a praia.


Primeiro fomos para a praia de Viareggio, que é uma praia realmente fantástica.
Nem na Croácia.... :) Estava um calor de morrer, estávamos sempre a entrar e sair da água.
As praias desta zona de Itália são quase todas concessionadas, ou seja, se quisermos lá estar temos que alugar um espaço (tinha 2 cadeiras, uma espreguiçadeira e uma mesa com um guarda-sol), paga-se 10 euros por dia.
E nós tivemos que alugar para podermos lá estar, ficámos até às 15.00h depois fomos almoçar para irmos para a outra praia em Forte Dei Marmi.
Deviam ser 16h quando entrámos na praia de Forte Dei Marmi, tínhamos acabado de almoçar, mas mesmo assim tivemos que ir novamente para a água.
Nesta praia havia um espaço que não se pagava, por isso nós instalámo-nos por lá e mais uma vez estávamos sempre a entrar e sair da água porque continuava muito calor.
Nesta praia corria um pouco de vento, muito agradável, a outra, talvez por causa dos guarda-sóis e das cadeiras tornava-se mais abrigada por isso era bastante mais quente.
A água continuava muito boa, irresistível, é impossível alguém não entrar nesta água! :)
Por volta das 18.15h saímos da praia e fomos até Lucca, uma cidade antiga muito bonita.
Jantámos por lá e depois de jantar andámos a passear pelas ruas.
Como estávamos mesmo a precisar de ir a net e na nossa casa não há, andámos pela rua a tentar localizar redes que não tivessem password para podermos aceder! :)


E lá conseguimos, estávamos os dois no meio da rua sentados no passeio a mandar mails para a família e a tentar actualizar este blog!!! :D
Quando a bateria do PC acabou fomos para casa porque já não havia mais nada para fazer.
E terminou assim o nosso primeiro dia completo em Itália. :)

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Dia 31 de Agosto de 2009

Era dia de viajar até Itália.
Acordámos bem cedo, porque o avião era às 13.05h, e tínhamos que estar no aeroporto às 11h para entregar o carro.
Lá fomos, correu tudo bem, entregámos o carro e despachámos logo as malas.
O senhor da casa de Split ofereceu uma garrafa pequena de licor ao Sérgio e nós esquecemo-nos de a guardar na mala e mandar para o porão. Resultado, ao passar detectaram a garrafa e não nos deixaram levá-la para o avião.
O mais ridiculo de isto tudo é que nós antes de entrarmos no avião podemos ir comprar garrafas, seja do que for e de que tamanho for, que eles deixam entrar. Não se percebe mesmo!
Partimos para Itália, o voo correu bem e a viagem foi muito rápida, cerca de 45 min.
Chegámos a Itália e estava mais calor do que na Croácia.
Fomos alugar um carro para podermos ver todos os sítios que queríamos.
Como ainda era cedo, aproveitámos e fomos ver a Torre de Pisa.
Aquela zona é muito bonita e a Torre é mesmo estranha, está muito inclinada.
Fomos até lá acima e realmente, ao subir, notava-se muito a diferença, havia partes que parecia que íamos cair. Ás vezes descíamos para cima e subíamos para baixo! ;)
Foi muito giro, tem umas vistas lindíssimas.
Devo confessar que tive medo, o cimo da torre é muito alto e parece mesmo que vai cair, mas gostámos muito!
Aproveitámos e fomos passear, assim já ficávamos com aquela zona vista. :)
No fim da visita á Torre fomos para a pousada onde íamos ficar.
Fomos recebidos pelo dono, muito simpático, o Guido, super descontraido, parecia um pouco aluado, mas o que é certo é que é ele quem trata de tudo aqui, até o pequeno almoço é ele que prepara e nos serve. :)
É uma casa muito grande com vários quartos e bastante antiga, é muito bonita! :)
O Vecchio Asilo começou por ser uma torre medieval e durante bastante tempo, mais recentemente, foi um infantário.
Deixámos as coisas em casa e fomos jantar até ao centro de San Gimignano.
Mais uma vez, é uma cidade dentro de muralhas, é muito bonita, tem muitas ruinhas, praças, museus, monumentos, etc...
Apercebemo-nos que aqui em Itália as pessoas comem entradas, primeiro e segundo prato e sobremesas, nós ficamos apenas pelo primeiro prato. :)
Depois do jantar fomos comer um gelado à gelataria que recebeu o premio em 2007-2008 e 2008-2009 por ter os melhores gelados do mundo!
Realmente os gelados eram mesmo muito muito bons, o prémio era mesmo merecido! :D
Depois do geladinho voltámos para casa para dormir.
E terminava assim o nosso dia de chegada a Itália, foi um dia produtivo porque chegamos cedo e deu para ver algumas coisas que não esperávamos ver nesse dia.
Aqui estão as fotos deste dia:










Dia 30 de Agosto de 2009

No dia 30 fomos para a ilha de Hvar.
Ao sairmos de Split estava a chover, mas mesmo assim fomos.
Tínhamos que apanhar novamente um ferry para ir para a ilha.
Desta vez resolvemos levar o carro connosco no ferry, assim ia ser mais fácil para nós deslocarmos.
Chegámos a Hvar e estávamos sem bateria no carro, porque nos esquecemos de desligar o rádio... Lá conseguimos, com a ajuda dos empregados do ferry, pôr o carro a andar...tudo isto se deu de uma forma muito estranha, sabem como é que eles puseram o carro a andar? De marcha atrás! Ficámos estupefactos com tal coisa... nunca tínhamos visto, nós que normalmente usamos cabos, estávamos a pedir cabos e eles chegaram lá e de um momento para o outro o carro já tinha pegado e já estava a andar!
É daquelas coisas que estámos ainda sem perceber! :)
Fomos até ao centro de Hvar, muito bonito, almoçámos por lá e depois fomos passear a procura de uma praia para nos instalarmos. :)
Andámos, andámos e andámos, mas era sempre a mesma coisa, as praias são todas iguais...calhaus e mais calhaus e água....há até que vá para os cais, estende a toalha e deita-se ao sol e quando quer tomar banho atira-se do cais.
Lá nos instalámos numa praia que tinha pouca gente, a primeira coisa que fizemos foi dar um mergulho, porque estava mesmo muito calor.
Ficámos por lá durante bastante tempo, apanhámos muito sol e tomámos muitos banhos naquela água maravilhosa! :)
Terminada a praia, fomos mais uma vez até ao centro passear. Havia lá um bar que fazia caipirinhas, lá fomos beber uma.
Lembrámo-nos de ver as horas a que o ferry partia, vimos que saia as 20h, como passava pouco das 19.30h ainda dava, lá fomos sempre a seguir as indicações da estrada. Passámos por uma entrada para a marina onde tinha um ferry, mas as indicações para Split mandavam-nos para a frente e nós continuamos, depois fartámo-nos de procurar e nada, voltámos para trás e quando demos por ela, o ferry que tínhamos visto era o nosso e já estava a partir.
Concluindo, as indicações da estrada estavam bem, só que obrigam as pessoas a ir dar uma grande volta quando não há necessidade disso. Nós podíamos ter virado logo ali e chegávamos a tempo.
Como já tínhamos perdido o ferry (que fica em Stari Grad, a cerca de 30min da cidade de Hvar), voltámos para o centro, para fazer horas para apanhar o próximo e ultimo ferry do dia que era às 23h. (Este não podiamos mesmo perder) :)
Lá fomos, passear mais um bocadinho, aproveitámos para comer qualquer coisa e fizemos umas compras numas barraquinhas que lá tinha.
À hora para apanhar o ferry lá fomos e chegámos muito a tempo...chegámos a Split dieviam ser 00.50h, ainda tentámos ir aos crepes, mas já fomos tarde! :(
Acabámos por ir para casa, arrumámos as malas, já que no outro dia partíamos para Itália, e fomos dormir.
Acabava assim o nosso ultimo dia em Split.
Aqui estão algumas fotos deste dia:


A pressa para ir apanhar o ferry deu nisto! :D



Dia 29 de Agosto de 2009

Este era o dia em que íamos para Brac.
Acordámos, preparámos as toalhas e as máquinas e lá fomos apanhar o ferry para Brac.
Infelizmente chegámos um bocadinho atrasados e por isso perdemos o ferry daquela hora, tivemos que esperar mais um bocado para apanhar o próximo.
Já que não tínhamos nada para fazer até à hora do ferry, fomos almoçar.
Entretanto chegou o ferry e lá fomos para Brac! :)
É uma ilha muito bonita, tem muito turismo na parte sul da ilha.
Quando chegámos lá tivemos que apanhar uma camioneta para nos levar de Supetar (norte) para Bol (sul).
Sabíamos que havia lá uma praia muito boa e famosa e por isso resolvemos ir à procura da praia.
Aqui têm uma foto da praia que falamos (Zlatni rat):




Lá conseguimos encontrar, é realmente muito boa, a água é sempre maravilhosa, o único mal é que não há areia, apenas pedras.
Estivemos lá durante algum tempo, estava bastante calor, tomámos muitos banhos...






Depois fomos embora da praia e fomos passear para conhecer a ilha.
Aproveitámos para jantar por lá, à beira mar...mais uma vez havia montes de barcos a entrar e a sair cheios de gente, mesmo durante a noite.
Acabámos de jantar e voltámos para apanhar o ferry para Split.
Acabámos o nosso dia a comer um crepe de chocolate com Nutella no centro de Split.
Terminava assim o nosso primeiro dia completo em Split.

Dia 28 de Agosto de 2009

Acordámos de manha cedo, arrumámos as nossas coisas e partimos para Split.
Ao passarmos por Dubrovnik ainda tirámos algumas fotos.
Ao chegar a Split fomos para a Villa Jerkan, tínhamos uma praia mesmo em frente a nossa casa. :)
Como já era um bocado tarde para almoçar, fomos então a um supermercado lá perto comprar umas bolachas para o lanche e íamos para a praia.
Acontece que, durante estas viagens todas eu tenho que tomar sempre uma pastilha para o enjoo, coisa que me dá muito sono, por isso, enquanto estávamos no quarto o Sérgio estava no PC a trabalhar um bocadinho, eu deite-me na cama e acabei por adormecer, por isso já não fomos para a praia.
Acabamos por sair só na hora do jantar.
Fomos jantar ao centro de Split, a uma pracinha que lá tinha.
Passeámos por aquela zona, não fizemos compras porque as lojas fecham ás 19/20h. Isto é algo que sempre nos questionámos, porque é que numa zona com tanto movimento, turistas a monte, as lojas estão todas fechadas? Tudo fechava cedo, não é que nós quiséssemos andar de loja em loja, tínhamos coisas muito bonitas, mas é realmente estranho. Até os bares fechavam cedo!
Só estavam uns senhores na rua a fazer crepes de chocolate com Nutella, era a única coisa que se podia comprar lá. :)

Voltámos para casa para descansar, tínhamos que nos levantar cedo no dia a seguir para ir para a ilha de Brac.

Dia 27 de Agosto de 2009

Tínhamos planeado que este seria o dia de irmos para o centro de Dubrovnik.
Mais uma cidade na Croácia dentro de muralhas.



É uma cidade muito bonita, cheia de casas e ruas muito estreitinhas, muitas lojas, muitos turistas, barcos sempre a entrar e a sair cheios de gente...
Antes de entrar dentro das muralhas, fomos almoçar, e não é que encontramos Portugueses?!?!?!
Não falamos com eles, mas percebemos que o eram pelo que disseram.
Era um casal de namorados e estavam numa fila de um café....ela super atarefada a mexer na mochila e ele muito calado ("com o rabo entre as pernas"), fazia tudo que ela mandava. Ela enervou-se e disse qualquer coisa que não percebemos, só sabemos que terminou em "merda". Ele, coitado, calou-se. Ela estava a ralhar com ele por causa de qualquer coisa da mochila que ele carregava, sim, ainda tinha que carregar com a tralha toda da namorada que só sabia mandar nele.
Sabem aquela mulher típica portuguesa? Muito bruta a falar e a fazer as coisas....para além de ter um bigode que quase que dava para pentear! :D
Enfim, a conclusão que eu e o Sérgio tirámos destas viagens, isto pelo que vimos ao longo dos dias (já que vimos muitos Portugueses), foi que só aqueles a que todos chamam "saloios" e "parolos", que comem de qualquer maneira, que vão para a praia com a mala térmica e o garrafão de vinho, só esses é que têm dinheiro para viajar e só esses é que se divertem verdadeiramente.
Aquela gente cheia de etiqueta, nem vê-la!
Conclusão, aqueles que têm a mania que podem tudo e que estão cheios de dinheiro, nem para uma viagem de avião dá, enquanto que as pessoas humildes, das aldeias,a que todos chamam "parolos" estão cheias de dinheiro, mas continuam a ser quem são e a tratar os outros de igual maneira.

Continuando a nossa viagem....lá entramos nas muralhas que cercam Dubrovnik.
Como tinha que ser, o Sérgio lá queria percorrer as muralhas, e pronto, eu também tive que ir....Pagamos cerca de 20 kunas cada um porque apresentamos o cartão de estudante, se não pagávamos 50 kunas.
Andamos cerca de 2km, não é muito, o pior é que andávamos sempre a subir escadas, estava um calor de morrer, não se aguentava, mas tínhamos que continuar até ao fim!
Tem uma paisagem lindíssima, de cima conseguimos ver as praias todas, as casas, os montes, tudo!
Depois de muito tempo nas muralhas lá conseguimos terminar essa longa caminhada. :D
Continuamos a passear pelas ruas, o Sérgio comprou mais canecas para a colecção (não sei bem quando é que esta colecção termina, mas certamente que ele e o pai vão arranjar um espacinho no meio de tanta colecção para mais esta) :)
Depois das compras fomos lanchar, comemos um gelado cada um (coisa que também não falta por aqui são gelatarias, umas melhores do que outras, mas existem mesmo muitas).
Acabado o passeio em Dubrovnik, tínhamos que voltar para casa, mas antes disso precisávamos de fazer umas compras para o jantar, fomos então ao Lidl (na Croácia há Lidl) :)
Ao chegar a casa conhecemos o cão da Anita, o Leri, um cãozinho muito simpático, parecido com a Kikinha, só que este tinha o focinho mais chato e era preto e branco, se não me engano era um Shitzu.
Era super fofinho, só queria miminhos e brincadeira.
Voltámos para casa, fizemos o jantar e fomos comer para a varanda, já que estava um calor que não se podia.
Acabava assim dia que tínhamos para passar em Dubrovnik, no dia seguinte partíamos para Split.
Aqui ficam algumas fotos de Dubrovnik.